O que muda com a atualização das normas para cintas de elevação de cargas?

 A ABNT publicou em dezembro de 2017 a atualização das normas regulamentadoras para fabricação e uso das cintas de poliéster usadas para elevação e movimentação de cargas, NBR 15637 partes um e dois. Além da atualização, foi feita a publicação da terceira parte da norma.
 
 A primeira parte da norma trata das cintas planas e a segunda parte das cintas circulares. A terceira parte publicada trata da regulamentação para cintas de aramida e outras matérias primas similares, apenas para cintas de capacidades de carga superiores a 40 toneladas.
 
Confira aqui os principais destaques da nova revisão:
 

NBR 15637-1 e NBR 15637-2
 
 - Rastreabilidade e identificação: Sugere que o fator de segurança das cintas venha indicado apenas na parte interna da etiqueta.
 
- Inclusão da análise da angulação e abertura dos olhais nos critérios de inspeção, sinalizando por exemplo indícios de mau uso.
 
- Inclusão novamente da frequência para inspecionar os materiais, sendo prazo máximo de 1 ano exigido ou, intervalos menores, definidos pela própria empresa de acordo com desgaste e grau de risco da operação.  
 
- Exemplo de determinação de grau de risco, modelo de cálculo para determinar frequência que deve ser feita a inspeção.


 A SpanSet é uma empresa Suíça e como parte de nossos processos e de nossa cultura, nossos produtos atendem a norma brasileira com excelência e atendem também as exigências da norma européia. 

 Desde a aquisição de matérias primas até implantação dos processos de fabricação das cintas, que são similares em todas as unidades do grupo ao redor do mundo, seguimos e buscamos sempre superar as orientações previstas nas normas européias para garantir produtos de alta qualidade, segurança e eficiência para todos nossos clientes ao redor do mundo.